Blogging‎ > ‎

Kittler against McLuhan

posted Feb 29, 2012, 5:14 PM by Marco Toledo Bastos   [ updated Mar 9, 2012, 3:12 PM ]
"Eu concordo que os meios de comunicação influenciam os corpos por meio de processos de emergência e imersão. O que eu não concordo é com a tese velhaca de que os meios de comunicação são extensões do homem, o que equivale a dizer que no começo havia o corpo; depois vieram os óculos; depois inesperadamente a televisão, e da televisão, o computador. Essa mitologia prega que tudo se desprende dos corpos, para em seguida se esconder e se dissolver nos corpos uma vez mais, no mesmo sentido da emergência e da imersão, da realidade virtual, do cinemascópio ou da alucinação. Sua teoria pode ser adequada para algumas formas de entretenimento, mas eu penso que se quisermos escrever uma história geral dos meios de comunicação, então é melhor fazer como Luhmann e trabalhar sistematicamente com as histórias individuais das tecnologias de comunicação. Os media não emergem dos corpos humanos. Muito pelo contrário. Primeiro você tem livro, por exemplo, e os generais que tentam subverter essa tecnologia e a própria palavra escrita para fins bélicos acabam criando o telégrafo e a rede de telégrafos. Então para ultrapassar essa tecnologia, eles acabam criando o rádio, que Hitler acaba integrando aos tanques alemães. Na Inglaterra, Alan Turing ou Churchill imaginam uma maneira de superar a Alemanha na guerra do rádio, e como resultado eles acabam inventando o computador como meio para processar os sinais de rádio – e lá se vai a estratégia da Alemanha e chagamos ao fim da guerra. A história da tecnologia, com isso, não precisa de corpos individuais ou de meios de comunicação com extensões do indivíduo – a história dos media dispensa a agência e a subjetividade dos atores históricos. O contrário me parece aliás mais correto. Dizer que os media, incluído os livros e a palavra escrita, se desenvolveram independentemente dos corpos me parece uma hipótese bastante razoável. E desse modo, se você ainda quiser, você pode descrever como, por meio da publicidade e da propaganda, os meios de comunicação influenciam e separam os corpos".
 
Griffin, Matthew, Susanne Herrmann, and Friedrich A. Kittler. "Technologies of Writing: Interview with Friedrich A. Kittler." New Literary History 27, no. 4 (1996): 731-42.
Comments